Câmbio eleva custos de produção no campo em maio

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A variação cambial foi responsável por um forte aumento nos custos de produção no mês de maio. O acréscimo de 2,19% teve grande influência dos fertilizantes que sofreram reajuste de 7% na comparação com abril. Os dados são do Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP), divulgado pelo Sistema Farsul nesta quinta-feira, dia 21. A taxa de câmbio também afetou o IICP acumulado em 12 meses, que registrou inflação de 4,49%. Entre as lavouras acompanhadas, todas apresentaram alta, com a de trigo atingindo 7%.

Já os preços recebidos pelos produtores tiveram nova valorização. Em maio, o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) registrou 3,42%. O resultado teve influência do trigo (17%), frango (8%) e arroz irrigado (5%). Com o resultado, o acumulado em 12 meses marcou 22,16%. Na comparação com outros índices é percebido um movimento semelhante entre o IICP e o IPCA, que atingiu 2,86% no acumulado. Já na relação entre IIPR e IPCA Alimentos, novamente há um descolamento, com o segundo apresentando queda de -1,46%.

Confira o relatório dos índices de inflação do agronegócio na íntegra.

Deixe uma resposta