Terceira edição do Fórum Estadual do Agronegócio registrou público de mais de mil pessoas em dois dias

O fórum contou com palestras e painéis de nomes renomados da agricultura brasileira

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Com o tema “Situação e Perspectivas”, o III Fórum Estadual do Agronegócio reuniu um público superior a mil pessoas nos dias 15 e 16 (sexta e sábado) de junho no Gran Palazzo Centro de Eventos, em Passo Fundo/RS. O evento, que foi promovido pelo Instituto de Ciências Agronômicas (Incia), teve a participação de 16 palestrantes de todo o Brasil e contou na noite de sexta (15) com a palestra magna do ex-ministro da Agricultura e Abastecimento, Roberto Rodrigues.

Para o diretor do Instituto Incia e coordenador do evento, professor doutor Elmar Luiz Floss, o fórum consolidou Passo Fundo como um grande centro de convergência dos debates técnicos, políticos e econômicos do agronegócio nacional.  “A novidade neste ano foi realizar o fórum em dois dias e proporcionar aos espectadores uma maior interatividade com as empresas parceiras no espaço de exposição, o que gerou a prospecção de negócios e troca de conhecimento”, pontuou.

Sobre a programação, Floss ressaltou que foi pensado em fazer um paralelo entre as questões que mais atingem o produtor rural: clima, mercado de grãos e cenário político/econômico. Sobre clima, houve a palestra do engenheiro agrônomo e agro meteorologista Marco Antônio dos Santos, de São Paulo. Na sexta-feira, ele salientou as perspectivas climáticas para as safras de inverno e verão. Na parte de mercado de grãos, também na sexta-feira, o engenheiro agrônomo e consultor de mercado, Flávio Roberto França Júnior, explicou para os participantes do evento como ganhar mais na comercialização das commodities e com o que o produtor deve se preocupar em um ano eleitoral.   Com relação ao cenário político e econômico, o engenheiro agrônomo e doutor em administração pela Universidade de São Paulo (USP), Marcos Fava Neves, palestrou no fórum com o tema “agronegócio brasileiro: presente e futuro”. Reflexões sobre as práticas usadas e o que é tendência foram destacadas pelo engenheiro agrônomo. Ele frisou nos próximos dez anos o agronegócio brasileiro vai gerar um adicional de cerca de um trilhão de reais.

 

Painéis

Os assuntos técnicos da agricultura também tiveram espaço na programação do evento.  Ao total, três painéis técnicos puderam ser vistos. Na sexta (15), no turno da tarde, “Manejo fitossanitário de culturas de lavoura”. No sábado (16), “Nutrição e adubação racional de culturas de lavoura” e “Avanços biotecnológicos nas culturas da soja e milho”. Este último, contou com as presenças do engenheiro agrônomo PhD. Geraldo Berger, da Monsanto/SP e do engenheiro agrônomo Dr. Alexandre de Lima Nepumoceno, da Embrapa Soja/PR.

 

Quarta edição do fórum

Na cerimônia de encerramento do fórum, na tarde de sábado (16), o professor doutor Elmar Luiz Floss confirmou a realização da quarta edição do fórum estadual do agronegócio, em 2019. Ainda sem data confirmada, o fórum deve acontecer em junho do próximo ano. “O que já temos de confirmado será um painel sobre as mulheres do agronegócio, visto a importância e a crescente participação feminina no meio”, finalizou.

Deixe uma resposta