Clima favorece implantação das culturas de inverno no RS

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A semeadura do trigo avançou na última semana e a perspectiva de estabelecimento das lavouras é muito boa em função da umidade e das condições climáticas favoráveis até o momento, apesar dos transtornos causados pelo temporal ocorrido na madrugada da terça-feira (12/06). De acordo com o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira (14/06), a área cultivada com o cereal atinge 45% da área no Estado, sendo que nas regiões administrativas da Instituição de Santa Rosa e Ijuí esse percentual ultrapassa pouco mais de 60%.

Produtores que cultivam trigo avaliam positivamente a atual cotação do produto, que na semana atingiu os R$ 41,07 pela saca de 60 quilos. “Especula-se que, uma vez mantido, tal valor poderá garantir pequena rentabilidade para a atividade nesta safra”, comenta o diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura.

A cultura da canola está em final de implantação, restando poucas áreas a serem semeadas. As lavouras apresentam boa emergência e os produtores continuam a realizar a aplicação de herbicidas pelo grande volume de azevém e aveia já emergido na cultura. “As condições de clima ameno vêm favorecendo o crescimento das plantas, proporcionando rápido acúmulo de matéria seca nas lavouras. A cultura em seus estágios iniciais tem boa resistência a variações climáticas, mas com a boa umidade e temperatura, o desenvolvimento inicial deve garantir produtividades superiores às obtidas na safra passada”, explica Moura.

A cevada também está em implantação no RS, especialmente na calota Norte do Estado. Produtores realizam tratos culturais, e as primeiras áreas em desenvolvimento se encontram com bom padrão. Na próxima edição do Informativo Conjuntural, a Emater/RS-Ascar divulgará os primeiros dados da lavoura no RS.

Deixe uma resposta