Carlos Sperotto é homenageado com o Troféu Semente de Ouro

Homenagem póstuma contou com presença de esposa e filhos

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Ao final da tarde do primeiro dia da Expodireto 2018 foi realizada a entrega do 14º Troféu Semente de Ouro, um reconhecimento aos produtores e personalidades que dedicaram sua vida ao agronegócio gaúcho e brasileiro. Neste ano, o prêmio teve como homenageado o médico veterinário, produtor de grãos e ovinos Carlos Rivaci Sperotto, falecido em dezembro de 2017, aos 79 anos.

Natural de Palmeira das Missões (RS) e presidente da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) durante muitos anos, Sperotto era conhecido pelo seu engajamento no setor rural e acumulava a presidência do Conselho Deliberativo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado (Sebrae/RS) e era também vice-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Considerado incansável na defesa dos produtores rurais, Sperotto contribuiu para fortalecer o agronegócio gaúcho e brasileiro ao longo da vida e, em especial, durante seu período como dirigente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul, que presidiu desde 1997 até seu falecimento.

A cerimônia de entrega do Troféu Semente de Ouro foi carregada de emoção. Ao lembrar da trajetória de Sperotto e do seu legado para o agronegócio, não somente o filho Carlos Eduardo como todos que compuseram a mesa de homenagens se emocionaram ao falar do eterno presidente da Famurs. “O que fica é a satisfação do legado que ele deixou: ético, de perseverança, garra e a pessoa visionária, bastante comprometida com a proposta que ele era. É uma satisfação muito grande e um privilégio ter feito parte desta família”, com os olhos marejados declarou o filho.

Reconhecimento ao trabalho

O troféu foi recebido pela esposa de Sperotto, Mariana Sperotto, das mãos da presidente da Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque, Marina Trennepohl, que ressaltou que o prêmio é uma representação simbólica do reconhecimento ao trabalho, ao incentivo e a doação do produtor à agricultura. “Nós sabemos que a agricultura é muito mais que trabalhar com a terra, é dom de transformar a semente em alimento que gera prosperidade, progresso e desenvolvimento. Homenageá-lo hoje é uma maneira de dizer muito obrigada. É enaltecer o sonho que se transformou em trabalho, por vezes luta”, declarou a vereadora ao lamentar sua partida.

O presidente da Cotrijal, Nei César Mânica, destacou que Carlos Sperotto trabalhou de forma incansável para melhorar as condições de trabalho do homem do campo e que esta homenagem é o reconhecimento ao seu trabalho e sua trajetória. “Eu tinha um grande carinho pelo Sperotto, ao qual eu me referia como ‘meu líder’. E líder não se cria, não se fabrica, nasce com a liderança. Essa liderança dificilmente será superada: Sperotto fez muito pelo nosso produtor”, encerrou.

SEMENTE DE OURO
O Troféu Semente de Ouro foi instituído pela Lei Municipal nº 3.046, por solicitação da Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque. Em 13 edições, já foram homenageados: presidente da Cotrijal Nei César Mânica – 2005; diretora da Revista Plantio Direto, Juliana Borges – 2006; governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto – 2007; Emater/RS-Ascar – 2008; ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues – 2009; governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius – 2010; senadora Ana Amélia Lemos – 2011; ex-ministro da Agricultura Francisco Sérgio Turra – 2012; empresário rural e comunicador Breno Pinheiro Prates – 2013; empresário e jornalista, vice-presidente da Rede Pampa, Paulo Sergio Pinto – 2014; Stara – 2015; ex-ministro dos Transportes e organizador do Fórum Nacional do Milho, Odacir Klein – 2016; e sócio-fundador da Brasoja, Antônio Sartori – 2017.

Deixe uma resposta