ABIEC aponta alta de 20% no volume das exportações de carne bovina em dezembro

Faturamento obtido no mês foi 26% maior do que o registrado no mesmo período de 2016; no acumulado de 2017, faturamento de exportações teve aumento de 14%

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

O volume das exportações de carne bovina em dezembro de 2017 foi 20% maior do que o registrado no mesmo período de 2016, segundo dados consolidados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne Bovina (ABIEC). No mês passado, foram embarcadas 136,57 mil toneladas, o que gerou um faturamento de US$ 573, 56 milhões, 26% a mais do que o faturado em dezembro de 2016.

No acumulado de 2017, o Brasil exportou 1,53 milhão de toneladas do produto, volume 9,5% maior do que o total embarcado ao longo do ano anterior. O total faturado com as negociações feitas em 2017 foi de US$ 6,28 bilhões, o que representa um resultado 14% maior do que o obtido em 2016. Ainda segundo os cálculos da ABIEC, o melhor resultado das exportações de carne bovina ocorridas em 2017 foi registrado em agosto, quando foram embarcadas quase 150 mil toneladas e faturados aproximadamente US$ 622 milhões.

Principais importadores

Hong Kong se manteve como o principal destino da carne bovina exportada pelo Brasil em dezembro de 2017 – para lá, foram embarcadas quase 40 mil toneladas ao longo do mês, um volume 20,4% maior do que o embarcado em dezembro de 2016. Com as exportações realizadas para a região administrativa especial chinesa no mês passado, o Brasil faturou US$ 148,5 milhões, total 58,3% maior do que o registrado em dezembro de 2016.

Outros destinos que merecem destaque pelas negociações realizadas em dezembro de 2017 são a própria China, para onde foram exportadas 23,7 mil toneladas, e Egito, que importou 15,3 mil toneladas (tabela abaixo).

PAÍSES / REGIÃO Faturamento (US$) dez 2016 Faturamento (US$) dez 2017 Var. US$ Toneladas dez 2016 Toneladas dez 2017 Var. Tons
TOTAL 455.072.914,27 573.559.413,74 26,04% 113.399,09 136.570,44 20,43%
HONG KONG 93.799.705,57 148.521.539,83 58,34% 26.174,27 39.285,58 50,09%
CHINA 63.214.443,81 110.105.251,04 74,18% 15.086,91 23.690,68 57,03%
EGITO 12.523.646,51 49.668.910,78 296,60% 4.137,57 15.333,64 270,60%
IRÃ 46.976.627,22 59.324.875,48 26,29% 12.156,73 13.509,36 11,13%
UNIÃO EUROPEIA 66.922.681,01 68.613.811,18 2,53% 10.041,74 10.731,37 6,87%

Categorias do produto

A carne in natura foi a categoria mais exportada pelo Brasil em dezembro de 2017, com um embarque total de 108.543 toneladas, seguida por miúdos (18.359 toneladas), industrializadas (7.412 toneladas), tripas (2.093 toneladas) e salgadas (163 toneladas).

 

CATEGORIA Faturamento

(US$) dez 2016

Faturamento (US$) dez 2017 Var. US$ Toneladas
dez 2016
Toneladas
dez 2017
Var. Tons
TOTAL 455.072.914,27 573.559.413,74 26,04% 113.399,09 136.570,44 20,43%
IN NATURA 365.912.755,92 466.795.063,38 27,57% 87.259,33 108.542,86 24,39%
MIÚDOS 43.190.637,47 54.286.247,38 25,69% 16.713,48 18.358,89 9,84%
INDUSTRIALIZADAS 39.609.708,44 43.534.474,74 9,91% 7.377,85 7.412,15 0,46%
TRIPAS 5.483.911,53 8.072.049,76 47,20% 1.929,07 2.093,35 8,52%
SALGADAS 875.900,91 871.578,48 -0,49% 119,37 163,19 36,71%

 

Desempenho por Unidade Federativa

O estado de São Paulo destacou-se como o maior exportador de carne bovina em dezembro de 2017, de onde foram embarcadas 35.185 toneladas do produto, o que gerou um faturamento de US$ 155 milhões (tabela abaixo). No ranking das Unidades Federativas exportadoras, aparecem na sequência Mato Grosso (26.120 toneladas) e Goiás (15.569).

Já na comparação com o desempenho obtido no acumulado de 2017 com o acumulado em 2016, ganha destaque Mato Grosso, que embarcou um volume 20,4% maior (286.442 toneladas) e faturou 26% a mais (US$ 1,19 bilhão).

UNIDADE FEDERATIVA Faturamento (US$)

dez 2016

Faturamento (US$) dez 2017 Var. US$ Toneladas

dez 2016

Toneladas

dez 2017

Var. Tons
SÃO PAULO 133.661.723,00 155.056.355,00 16,01% 30.892,22 35.185,52 13,90%
MATO GROSSO 84.948.956,00 111.059.742,00 30,74% 20.743,87 26.120,15 25,92%
GOIÁS 53.488.998,00 69.914.194,00 30,71% 12.935,23 15.569,25 20,36%
RONDÔNIA 29.281.057,00 47.475.562,00 62,14% 8.263,96 12.818,22 55,11%
MATO GROSSO DO SUL 41.985.265,00 54.004.752,00 28,63% 10.321,90 12.762,19 23,64%

Deixe uma resposta