Gastos com nutrição sobem e custos de produção de suínos e de frangos de corte têm nova alta em outubro

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (www.embrapa.br/suinos-e-aves/cias) voltaram a registrar aumentos no mês de outubro. O ICPFrango/Embrapa subiu 2,74%, e fechou o mês em 183,17 pontos. Já o ICPSuíno/Embrapa encerrou o décimo mês de ano com elevação um pouco menor, de 2,47%, mas suficiente para inflacionar os custos de produção, na casa dos 194,98 pontos.

No caso dos frangos de corte, o item nutrição obteve alta de 1,37% em outubro na relação com setembro. O mesmo item para suínos teve um aumento de 2,40%. Com o aumento nos ICPs, o custo de produção do quilo de suíno vivo em ciclo completo em Santa Catarina passou de R$ 3,33 em setembro para R$ 3,40. Já o custo de produção de frango de corte no Paraná passou de R$ 2,30 para R$ 2,37 por quilo vivo em outubro.

Apesar disso, os custos de produção ainda acumulam queda no ano. O ICP/Frango está em -13,17% e o ICP/Suíno em -11,43%.