O crescimento da Agricultura Orgânica e a busca por uma alimentação saudável

* Por Robson Murate

agricultura orgânica está ganhando cada vez mais espaço nas mesas dos brasileiros. Hoje no País já existem cerca de 11.500 propriedades dedicadas a este tipo de cultivo, em uma área total de aproximadamente 1,5 milhão de hectares, onde 70% pertence a agricultores familiares. Segundo o Ministério da Agricultura, o crescimento anual da agricultura orgânica já é de 30% e o faturamento supera de R$2,5 bilhões por ano. O Brasil supri cerca de 4% do consumo mundial de orgânicos.

A razão deste cenário de crescimento do setor é devido ao aumento da demanda dos consumidores por produtos mais saudáveis e pela conservação do meio ambiente. Segundo uma pesquisa realizada pela Agronomic Consulting em 2016, o perfil do consumidor ainda é de classes mais altas, mulheres e com maior escolaridade, porém está começando a mudar. Devido ao aumento do consumo, os preços dos produtos ficam cada vez mais acessíveis para famílias com rendas mais baixas, além da conscientização alimentar e da sustentabilidade que estão abrangendo maiores parcelas da população.

A agricultura orgânica tem como objetivo disponibilizar ao mercado alimentos mais saudáveis, produzidos sem a utilização de químicos, adotando práticas de agricultura sustentável e ecologicamente corretas.  Para obter êxito na produção orgânica, busca-se o equilíbrio entre as plantas, o solo e o ambiente de produção.

Um importante fator para regularização deste mercado é a certificação de produto orgânico. O IBD é o maior certificador da América Latina e o único brasileiro com credenciamento internacional. Tem como filosofia o compromisso com a Terra e com o homem, assegurando o respeito ao meio ambiente, boas condições de trabalho e produtos altamente confiáveis.

Devido às práticas de produção e o compromisso com a sustentabilidade, os fertilizantes Yoorin e Ekosil, da Yoorin Fertilizantes, possuem a certificação do IDB e são liberados para utilização em agricultura orgânica, contribuindo para a produção de um alimento mais saudável.

 

* Robson Murate é Engenheiro Agrônomo da Yoorin Fertilizantes

Deixe uma resposta