Doença no casco: prevenção de baixo custo auxilia no bem estar do animal

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado
A doença do casco é muito comum em bovinos No Brasil devido a repentinas mudanças climáticas que, muitas vezes, deixam os pastos com lama, principalmente em regiões com grandes concentrações de chuvas e umidade. A enfermidade faz com que o produtor perca muita produtividade, pois o animal deixa de se locomover em busca do alimento dentro da propriedade. São muitas as causas que podem levar as doenças no casco: a podridão do casco, algum tipo de trauma, algum tipo de infecção, entre outras.

“É muito fácil identificar a doença de casco, pois o bovino começa a mancar ou muda a posição de apoio ao caminhar. Caso o animal possua alguma ferida, o produtor deverá enfaixar a pata para evitar qualquer tipo de hemorragia e manejá-lo para algum lugar que não tenha barro para facilitar a cicatrização dessas feridas no casco”, explica José Carlos Ribeiro, consultor agropecuário da Boi Saúde – Pecuária Inteligente.

Para prevenir a doença, basta criar uma solução chamada de pedilúvio. É uma solução onde o animal vai passar por ela todos os dias e deverá ser implantada depois de um aqualúvio (local com apenas água limpa).

A solução deverá conter os ingredientes abaixo que deverão ficar em um tanque lava-pés e vai evitar as doenças no casco na sua propriedade:
5 litros de formol
5 kg de sulfato de cobre
90 litros de água

Saiba mais:
José Carlos Ribeiro, sócio- fundador da Boi Saúde e consultor agropecuário há 15 anos, orienta o produtor rural com vídeos rápidos e com temas sobre atividades executadas dia a dia no campo para que todos os profissionais possam ter acesso à informação, ter mais facilidades nas tarefas atribuídas com o gado e assim, tornar a pecuária brasileira a mais produtiva do mundo. Além da comercialização de três suplementos para nutrição do gado.

Deixe uma resposta