Argentina volta a importar carne de porco dos EUA

Foto: Reprodução
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Após 25 anos de embargo, a Argentina vai voltar a comprar carne suína dos Estados Unidos, informou nesta semana a Casa Branca. A decisão pode repercutir nas vendas externas brasileiras, uma vez que o País é o principal fornecedor argentino, com vendas que devem chegar a 32 mil toneladas neste ano – o equivalente a algo em torno de US $ 95 milhões.

A Argentina havia bloqueado as importações de carne de porco dos EUA em 1992, alegando questões de saúde animal. Os Estados Unidos são o maior exportador de carne de porco do mundo, e o governo norte-americano acredita que esse acordo abre um potencial mercado de US$ 10 milhões por ano.

O porta-voz do Conselho Nacional de Produtores de Carne de Porco (dos Estados Unidos), Nick Giordano, comemora o acordo lembrando que a Argentina aumentou substancialmente seu consumo nos últimos anos. Ele espera que o mercado se abra formalmente no final de 2017: “Não vai ser um mercado enorme para nós, mas é importante e estamos felizes porque a porta e abriu depois de tanto bater”.

Deixe uma resposta