Operações de leilão negociam apoio a escoamento de quase toda a oferta de milho

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Nesta quinta-feira foram realizadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) outras duas operações de incentivo ao escoamento de milho do Centro-Oeste. As operações juntas negociaram um total de 751 mil toneladas de produtos dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

O primeiro leilão ofertou Prêmio para o Escoamento (PEP) de 60 mil toneladas de milho, 30 mil de Mato Grosso do Sul e 30 mil de Goiás e Distrito Federal, com comercialização de 100% do ofertado. Já a segunda operação ofereceu Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) de 692 mil toneladas e negociou 691.870 t, cerca de 99% do total.

VER MAIS: Conab vai reabastecer estoques públicos de cestas de alimentos

VER MAIS:  Armazéns da Conab em Mato Grosso do Sul recebem milho após pedido da Aprosoja
Estas operações foram autorizadas pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (Ciep) no começo de abril, e têm a finalidade de garantir preço ao produtor de milho e incentivar o escoamento do excedente de produção para os grandes centros consumidores.

O valor máximo do prêmio de cada operação é calculado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), seguindo a fórmula do valor do preço mínimo menos o valor médio de mercado no estado ou região de produção.

Para participar dos leilões, é necessário estar adimplente junto ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) e possuir cadastro em situação regular no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf) e no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican).

Novas operações de Pepro e PEP ocorrerão na próxima quinta-feira (10). Será oferecido novamente Pepro para a venda e escoamento de 692 mil toneladas e PEP para 60 mil toneladas.

Deixe uma resposta