Leilões PEP e PEPRO negociam apoio a escoamento de mais de 100 mil toneladas de milho

Foto: Divulgação
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Mais duas operações de incentivo ao escoamento de milho do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal foram realizadas nesta quinta-feira (13) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Por meio de leilão eletrônico, foi negociado Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) para 108,3 mil toneladas do grão e Prêmio para o Escoamento (PEP) para 16,1 mil toneladas.

No total, foi ofertado Pepro para 880 mil toneladas, sendo 440 mil toneladas para o Mato Grosso, 200 mil para o Mato Grosso do Sul  e também 200 mil para Goiás e Distrito Federal. Todo o montante arrematado foi para o MT. O Pep foi oferecido para 320 mil toneladas de milho – 120 mil toneladas para o MT, 100 mil toneladas para MS e 100 mil para GO e DF. Mato Grosso arrematou prêmio para 10,1 mil toneladas de milho e Mato Grosso do Sul, 6 mil toneladas do grão.

Estas operações foram autorizadas pelo Conselho Interministerial de Estoques Públicos (Ciep) no começo de abril, e têm a finalidade de garantir preço ao produtor de milho e incentivar o escoamento do excedente de produção para os grandes centros consumidores.

VER MAIS: Conab divulga nova estimativa e prevê safra de 237,2 milhões de toneladas de grãos

VER MAIS: Milho: exportações recuam 73,8% no primeiro semestre

VER MAIS: Valor Bruto da Produção do milho cresce 38,46%

O valor máximo do prêmio de cada operação é calculado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), seguindo a fórmula do valor do preço mínimo menos o valor médio de mercado no estado ou região de produção. O valor do preço médio também é elaborado pelo Mapa, utilizando os indicadores que influenciam os preços de mercado.

Foto: Divulgação

Para participar dos leilões, é necessário estar adimplente junto ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) e possuir cadastro em situação regular no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (Sicaf).

Deixe uma resposta