Ex-presidente Lula é condenado a 9 anos e meio de prisão pelo caso Tríplex; Mercado dispara

Former Brazilian President (2003-2011) Luiz Inacio Lula da Silva gestures during a meeting with the Workers' Party (PT) members in Sao Paulo, Brazil on March 30, 2015 AFP PHOTO / Nelson ALMEIDA (Photo credit should read NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Segundo Moro, ficou provado nos autos que o presidente Lula e sua esposa eram os proprietários de fato do apartamento

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, condenou nesta quarta-feira (12) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A condenação é relativa ao processo que investigou a compra e a reforma de um apartamento triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo. A sentença, divulgada hoje (12), prevê que Lula poderá recorrer da decisão em liberdade.

Na decisão, Moro afirma que as reformas executadas no apartamento pela empresa OAS provam que o imóvel era destinado ao ex-presidente.

VER MAIS:  CRISE POLÍTICA: E o agronegócio com isso?

VER MAIS: “Não podemos desanimar”, diz Blairo Maggi sobre crise política

“Nem é necessário, por outro lado, depoimento de testemunhas para se concluir que reformas, como as descritas, não são, em sua maioria, reformas gerais destinadas a incrementar o valor do imóvel, mas sim reformas dirigidas a atender um cliente específico e que, servindo aos desejos do cliente, só fazem sentido, quando este cliente é o proprietário do imóvel”, diz o juiz.

Segundo Moro, ficou provado nos autos que o presidente Lula e sua esposa eram os proprietários de fato do apartamento

Mercado dispara e Bovespa sobe 

Após a notícia da condenação de Lula, o mercado subiu. A Bovespa, que mantinha uma subida estável de 0,25% passou a subir 1,24% em minutos. O dólar também caiu e chegou nesta tarde a R$ 3,20.

 

Deixe uma resposta