(54) 3632 5485 contato@destaquerural.com.br

Geada não é prejudicial para o trigo nesta fase

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A geada que se formou na madrugada de segunda para terça-feira acendeu um alerta de preocupação nos produtores

Redação Destaque Rural

O plantio de trigo no Rio Grande do Sul, em razão das fortes chuvas que atingiram o Estado nos últimos 20 dias, está atrasado. Segundo informações da Emater/RS-Ascar, pouco mais de 83 mil hectares foram semeados, cerca de 12% da área planejada para o Estado. No momento, alguns produtores ainda realizam operações de dessecação do solo.

VER MAIS: Excesso de chuva preocupa produtores

VER MAIS: Brasil deve importar mais trigo, diz USDA

Com a geada que se formou na madrugada de segunda para terça-feira (20), um alerta acendeu na cabeça dos produtores: a geada pode prejudicar o plantio do trigo? Para o engenheiro agrônomo da Biotrigo Genética, Ricardo Paludo, as geadas que se formaram no Estado não vão interferir no processo de semeadura do cereal. “Se estas geadas acontecessem no final do plantio poderiam prejudicar, mas, agora, a situação é controlável”, diz o engenheiro.  Segundo ele, o atraso na semeadura do trigo e as geadas não afetam o planejamento para as culturas de verão, como soja e milho, por exemplo. Entretanto, os produtores que conseguiram semear o cereal antes das chuvas terão que ter um  cuidado redobrado com o mosaico do trigo, visto que a umidade elevada favorece a sua ocorrência.

Abaixo, a previsão de geadas para a região Sul do Brasil, segundo a CPTEC/INPE:

Deixe uma resposta