Captação de leite dá sinais de melhora em 2017, diz Scot

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A Pesquisa Trimestral do Leite, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referente aos primeiros três meses deste ano, foi publicada no dia 14 de junho. No levantamento são considerados os volumes de leite adquiridos pelos laticínios com inspeção municipal, estadual e/ou federal.

No primeiro trimestre foram 5,87 bilhões de litros adquiridos, um aumento de 0,1% em relação à captação de igual período do ano passado. Na comparação mês a mês com 2016, foi observado aumento nos meses de janeiro e março de 2017 (figura 1), resultado da redução nos custos de produção este ano e também das chuvas tardias que melhoraram as condições das pastagens e deram melhor suporte aos animais.

VER MAIS: Produção de leite na Argentina crescerá somente 2% esse ano, estimou o USDA

VER MAIS: Instrução Normativa estabelece novas regras para empresas do Programa Mais Leite Saudável

Com a produção em recuperação, o movimento de alta de preços do leite pago aos produtores está mais fraco, comparado ao primeiro semestre de 2016. A alta acumulada de janeiro a maio de 2017 foi de 6,6%, frente a um reajuste de 9,8% no mesmo período do ano passado. Além da oferta de leite (matéria-prima) estar melhor este ano, a demanda fraca na ponta final da cadeia tem limitado as altas para o produtor nesta entressafra.

Deixe uma resposta