Colheita da safra brasileira de café 2017/18 atinge 15%

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A colheita de café da safra brasileira 2017/18 foi indicada em 15% até 23 de maio. O número faz parte do levantamento semanal de SAFRAS & Mercado para a evolução da colheita da safra. Na semana anterior os trabalhos estavam em 11%.Tomando por base a estimativa de SAFRAS para a produção de café do Brasil em 2017, de 51,1 milhões de sacas de 60 quilos, é apontado que foram colhidas 7,44 milhões de sacas até o dia 23. Em igual período do ano passado a colheita estava em 17%, e na média dos últimos 5 anos para o período em 16%.

Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, as chuvas atrapalharam e a colheita andou pouco na última semana no Brasil. “Além de interromperem o trabalho de retirada do café dos cafeeiros, o excesso de umidade também prejudica a secagem. Muito café acabou caindo no chão, mas ainda é cedo para dimensionar prejuízos. Talvez, o principal impacto seja mesmo na qualidade da bebida. E, assim deve começar a aparecer mais café de bebida mais fraca no mercado”, comenta o analista.

 Barabach destaca que a colheita de arábica foi que sofreu mais com as chuvas, com trabalhos alcançando apenas 10% da safra, contra 14% em igual época do ano passado. “Apesar do atraso em relação ao ano passado, continua acima da média para o período, que gira em torno de 8% da produção”,
pondera.

No Espírito Santo, a chuvas foram mais irregulares e alternadas com períodos de tempo seco, o que possibilitou que a colheita andasse melhor. “Só que os produtores, depois de um começo de safra otimista, começaram a reclamar da renda baixa do café”, observa.

Deixe uma resposta