Presidente do BNDES, Maria Silvia, pede demissão do cargo

Foto: Sérgio Moraes/ REUTERS
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A executiva Maria Silva pediu na tarde desta sexta-feira, 26, demissão do cargo de presidente do banco de fomento nacional. Maria Silva, em nota oficial, diz que renunciou ao cargo por motivos pessoais. Em nota, o presidente Michel Temer agradeceu a Maria Silvia por estar à frente do banco e disse que a executiva, que já trabalhou nos anos 1990 como diretora, “honrou o governo e moralizou um setor estratégico para o País”. Abaixo o comunicado de Maria Silvia.

“Prezados benedenses, 

Nesta sexta-feira, 26 de maio, informei pessoalmente ao presidente Michel Temer a minha decisão de deixar a presidência do BNDES.

Todos os diretores permanecem no cargo e o diretor Ricardo Ramos, pertencente ao quadro de carreira do BNDES, responderá interinamente pela presidência do Banco.

Deixo a presidência do BNDES por razões pessoais, com orgulho de ter feito parte da história dessa instituição tão importante para o desenvolvimento do país. Nas duas passagens que tive pelo Banco, como diretora, nos anos 90, e agora, como presidente, vivi experiências desafiadoras e de grande importância para a minha vida profissional e pessoal.

Neste ano à frente da diretoria do BNDES busquei olhar para o futuro, estabelecendo novos modelos de negócios e estratégias para o Banco, sem descuidar do passado e do presente, sempre tendo em mente preservar e fortalecer a instituição e seu corpo funcional.

Desejo boa sorte a todos, esperando que sigam trabalhando para que o BNDES continue sendo o Banco que há 65 anos faz diferença na vida dos brasileiros.

Um grande abraço,

Maria Silvia”

Deixe uma resposta