Semeadura de trigo atinge apenas 3% no Rio Grande do Sul

Foto: Reprodução/Internet
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

De acordo com o Informativo Conjuntural da Emater/RS-Ascar desta quinta-feira, 25, a semeadura de trigo no Rio Grande do Sul está atrasada nos 727,7 hectares previstos  e alcança apenas 3%. Os motivos são a alta umidade do solo, resultado nos últimos períodos, tem impedido um manejo adequado para as atividades pré-plantio como dessecação da cobertura verde e a manutenção de estradas e camaleões, que evitam os problemas de erosão.

As áreas implantadas a partir de 10 de maio apresentam até o momento boa emergência, porém, expressam sintomas de clorose (pouca fotossíntese) devido à baixa luminosidade.

O Informativo Conjuntural é possível acessar clicando aqui.

Deixe uma resposta