Cooperativa é suspeita de desviar mais de R$ 17 milhões em sacas de soja

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e Ordem Tributária (Deat) deflagrou nesta manhã a Operação Colheita Maldita. O alvo é uma suposta fraude envolvendo o depósito e a venda ilegal de 170 mil sacas de soja em oito cidades gaúchas e uma paranaense. A investigação envolve a Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto, a Cooplantio.

São apurados crimes de apropriação indébita, associação criminosa e lavagem de dinheiro. As suspeitas surgiram a partir da queixa de agricultores que teriam sido lesados pela cooperativa. O prejuízo de apenas uma vítima, com correções, é calculado em torno de R$ 17 milhões. São investigados dirigentes e conselheiros da cooperativa pelos desvio de soja de associados e criação de empresas fantasmas.

 

*Com informações do Portal Zero Hora.

Deixe uma resposta