Expoarroz 2017 inicia primeiro dia com palestras e Rodada de Negócios

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Até a próxima quinta-feira (11) toda a cadeia produtiva do arroz estará com os olhares voltados para a Expoarroz 2017, em Pelotas/RS. A feira iniciou as atividades nessa terça-feira (09) com mais de 100 expositores com empresas de todo o país, rodadas de negócios e o Fórum Internacional O Arroz e a Segurança Alimentar. A expectativa é de que cerca de 10 mil pessoas circulem pelo Centro de Eventos durante os três dias.

Durante a tarde, a Rodada Internacional de Negócios, promovida pela Abiarroz e a Apex-Brasil através do projeto Brazilian Rice, foi o destaque da promoção. Com 20 empresas nacionais exportadoras, o projeto trouxe para a região seis compradores internacionais que, além de participarem da rodada, visitaram desde o início da semana três indústrias do setor orizícola em Pelotas. Segundo o gerente do Brazilian Rice, Gustavo Ludwig, os compradores conheceram o potencial da região para futuros negócios. Ainda de acordo com Ludwig, a estimativa é de que a rodada repercuta em US$ 10 milhões em negociações nos próximos 12 meses. A rodada encerra nesta quarta-feira (10).

Fórum
Debatendo todos os temas relacionados ao setor orizícola, o Fórum Internacional O Arroz na Segurança Alimentar recebeu durante a tarde o 5º Seminário de Pós-colheita, Industrialização, Qualidade e Consumo de Arroz. A consultora Técnica de Agroindústrias de Arroz, Claudia Militz da Costa foi a primeira palestrante, abordando  os novos hábitos de consumo de arroz e as tendências do mercado, ela comentou que o consumidor está mais consciente e exigindo uma produção mais eficiente. Gilberto Wageck, consultor técnico do IRGA, também falou ao público sobre o tema, discorrendo sobre a evolução tecnológica e os novos desafios para o setor.

Wageck mostrou exemplos da evolução dos processos e disse que ” houve uma evolução na qualidade desde a lavoura até o saquinho do supermercado”. Participaram ainda os professores da Universidade Federal de Pelotas, Nathan Levien Vanier e Moacir Cardoso Elias.

No restante do dia o Fórum contou também com o painel “Oportunidade de negócio: Arsênio não é problema para o arroz gaúcho”, com o palestrante Bruno Lemos Batista, professor do Centro de Ciências Naturais e Humanas da Universidade Federal do ABC, os debatedores Mário Neitzel (Cerealle), Henrique Dorneles (Federarroz) e Rogério Sousa (UFPel), além de moderação de Júlio Centeno da Silva, da Embrapa Clima Temperado.

Programação
O segundo dia de programação da feira inicia com uma Assembleia Geral Extraordinária da Federarroz, que acontece das 10h às 12h na Carreta da AGAS. Durante a tarde, das 14h às 18h, inicia o segundo e último dia da Rodada Internacional de Negócios, no estande da Apex-Brasil/Abiarroz. Na Carreta da AGAS, das 14h às 17h30, o IRGA divulga ações do Provarroz, e, às 18h30, acontece o lançamento do software “Precisão em Campo”. O Fórum Internacional O Arroz na Segurança Alimentar terá o painel “O impacto da tributação na competitividade do arroz gaúcho”, das 14h às 16h, e o painel “Sistema hidroportuário gaúcho e as perspectivas para a cadeia do arroz”, das 16h às 18h. As palestras acontecem no auditório principal.

Evento
A feira tem patrocínio master do Instituto Rio Grandense do Arroz, IRGA, e Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Também são patrocinadores da Feira TECON Rio Grande, Vetorial Net, Ameropa, Sicredi, Delta Plastics e Porto do Rio Grande. A Expoarroz 2017 é organizada pela Estima Mercado e promovida pela Bolsa Continental de Mercadorias.

Deixe uma resposta