(54) 3632 5485 contato@destaquerural.com.br

Oficina sobre custos de produção e rotulagem reuniu agroindústrias de Passo Fundo

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Uma oficina sobre custos de produção e rotulagem para agroindústrias familiares foi realizada nesta quinta-feira (04/05), em Passo Fundo. A atividade, coordenada pela Unidade de Cooperativismo da Emater/RS-Ascar (UCP) e pelo Escritório Municipal da Instituição, contou com apoio do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), da Secretaria Municipal do Interior e da Coordenação de Nutrição Escolar da Secretaria de Educação de Passo Fundo. O evento foi realizado na sede do STR e contou com a participação de 20 pessoas, entre proprietários de oito agroindústrias do município, agricultores interessados no assunto e representantes de cooperativas e da Prefeitura.

A primeira palestra foi com sobre custos de produção, com o extensionista e contador da UCP, Jhonatan Imlau. Ele abordou questões como formação de preço de venda, cálculo do ponto de equilíbrio, margem de contribuição e composição dos custos variáveis e fixos.

Já a administradora da UCP, Angélica Albrecht, palestrou sobre a rotulagem dos produtos, apresentando os aspectos legais da rotulagem de alimentos, ressaltando as informações obrigatórias que os rótulos precisam apresentar. Ela também falou sobre legislações específicas, que preveem, por exemplo, a indicação de ingredientes alergênicos no rótulo, ou a indicação a existência de lactose.

“As agroindústrias precisam atentar para as mudanças na legislação acerca da rotulagem e implementar as alterações necessárias para não correrem o risco de seus produtos não serem aprovados nos processos de compra, principalmente nos mercados institucionais como o Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e para não sofrerem perda pecuniária oriunda de algum tipo de fiscalização”, esclareceu Angélica.

Para o médico veterinário do Serviço de Inspeção Municipal de Passo Fundo, Thiago Barcellos, a iniciativa foi muito importante. “Muitas vezes é difícil para o produtor identificar seus custos e formular questões de preço, a margem de lucro, e essa parte de rotulagem temos muita deficiência, é uma área difícil por natureza, envolve muita legislação, setores diferentes de fiscalização. Se o produtor tem informações, diminuem os erros. Isso que a Emater está fazendo, tanto para o produtor, quanto para o consumidor”, avaliou.

O proprietário da agroindústria Della Rosso, Leandro Casanova, também destacou a importância da atividade. “As legislações mudam a todo momento. Esse apoio que estamos recebendo da Emater é muito importante. Quando iniciamos, levamos dois anos ajustando papeladas e documentação”, contou.

Na opinião da agricultora Daniela Gomes dos Santos, da comunidade de São Pedrinho, que está buscando informações para iniciar uma agroindústria de panificados, o evento foi muito importante. “Foi muito bom. A gente não sabe calcular os custos, por exemplo. Ali deu para ver como se formam o preço, os custos, até para ver se vale a pena”, disse.

Deixe uma resposta