Trabalhadoras rurais poderão se aposentar aos 57 anos

Foto: MDA/Divulgação
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Leitura do relatório foi suspensa e pode voltar no final da tarde de hoje, 19

O relatório do projeto do deputado Arthur Maia sobre a reforma da previdência foi apresentado nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados, em Brasília. Em relação a previdência rural, teve mudanças. A mulher poderá se aposentar aos 57 anos e não aos 60, como anunciado ontem pelo parlamentar. Homens continuam com a idade fixada nos 60 anos para aposentadoria e o tempo de contribuição baixou de 20 para 15 anos.

O produtor rural não vai mais precisar ter o certificado do sindicato para acessar o benefício,  então, o agricultor pode deixar de contribuir para essas associações e começar a repassar o valor para o INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social).

O relatório tem  191 páginas e foi protocolado pouco antes do início dos trabalhos da comissão. No documento, Maia posiciona-se de forma favorável ao teor da proposta original do governo, inclusive na justificativa de que o sistema previdenciário apresenta déficit. Ele, contudo, acatou parte das emendas apresentadas ao projeto.

Com informações da Agência Brasil

Deixe uma resposta