(54) 3632 5485 contato@destaquerural.com.br

12ª fase da operação Leite Compensado cumpre novos mandados de prisão no RS

Foto: Ministério Público do Rio Grande do Sul/Divulgação
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

De acordo com o Ministério Público do RS foram descobertos produtos lácteos impróprios para o consumo humano

Na manhã de hoje, 14, mais uma operação Leite Compensado foi deflagrado. Essa é a 12ª  fase da operação e teve como alvo as cidades de Nova Araçá, Casca, Marau, Estrela e Travesseiro. As informações são do Ministério Público do Rio Grande do Sul.

Esta etapa da operação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco Segurança Alimentar, através dos promotores de justiça Mauro Rockenbach e Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, com participação do Ministério da Agricultura, Receita Estadual  e Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

Foto: Ministério Público do Rio Grande do Sul/Divulgação

 

São cumpridos cinco mandados de prisão e quatro de busca e apreensão. Dois alvos de prisão preventiva já tinham sido denunciados em outras operações do MP por sonegação fiscal milionária.

De acordo com o MP, os produtos lácteos estavam impróprios para o consumo, seja pela nocividade ou pela redução do valor nutricional.  As buscas ocorrem na Indústria de Laticínios Rancho Belo Ltda (sediada no município de Travesseiro e que fabrica leite UHT integral), Laticínios Modena (de Nova Araçá que fabrica creme de leite industrial e queijo) e Laticínios C&P (A empresa fica em Casca e fabrica queijo), bem como na Transportadora AC Tressoldi, de Estrela.  Em Marau também teve mandado de busca e apreensão. O mandado foi emitido para a empresa M&M Assessoria.

 

Deixe uma resposta