Preço do boi gordo sofre queda em janeiro

Foto: Reprodução/internet
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

O mercado de boi gordo operou com forte queda nos preços ao longo do mês de janeiro. “Muitos frigoríficos têm testado o mercado neste momento, reduzindo a referência de preços em diversas praças do país”, aponta o analista de SAFRAS & Mercado, Allan Maia.

Foto: Reprodução/internet

Segundo ele, os frigoríficos de São Paulo têm suas escalas de abate compostas prioritariamente por boi gordo oriundo de outras regiões produtoras, principalmente Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

“Não há grande expectativa de reação nos preços mesmo durante a primeira quinzena de fevereiro, período de recebimento de salários e de maior consumo, pelo menos historicamente falando, pois os estoques estão em níveis adequados. O fraco preço da carne bovina no atacado também contribui para este quadro de difícil reação no curto prazo”, assinalou.

A média de preços da arroba do boi gordo nas principais praças de comercialização do país em janeiro:

* São Paulo – R$ 150,76 a arroba.
* Goiás – R$ 137,61 a arroba.
* Minas Gerais – R$ 144,81 a arroba.
* Mato Grosso do Sul – R$ 138,65 a arroba.
* Mato Grosso – R$ 130,55 a arroba.

Exportações

As exportações de carne bovina “in natura” do Brasil renderam US$ 352,5 milhões em janeiro (22 dias úteis), com média diária de US$ 16 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 87,1 mil toneladas, com média diária de 4 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 4.044,70.

Na comparação com dezembro, houve queda de 3,7% no valor médio diário da exportação, baixa de 0,1% na quantidade média diária exportada e desvalorização de 3,5% no preço médio. Na comparação com janeiro de 2016, houve ganho de 5,1% no valor médio diário, alta de 1,6% na quantidade média diária e valorização de 3,5% no preço médio.

Fonte: Agência SAFRAS

Texto: Fábio Rübenich

 

Deixe uma resposta