Agronegócio gaúcho criou mais de 4.000 postos de trabalho em novembro

agronegócio gaúcho em novembro gerou mais de 4.000 postos de trabalho. Foto: Reprodução/Internet
Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Os dados foram divulgados na segunda (09) e mostram que em novembro de 2016 os postos de trabalho tiveram um crescimento de 1,3%

De acordo com dados da FEE – Fundação de Economia e Estatística, o agronegócio gaúcho teve maior crescimento no segmento “antes da porteira”. Esse segmento significa atividades dedicadas ao fornecimento de insumos, máquinas e equipamentos para a agropecuária.  Os movimentos de postos de trabalho foram denominados pela Fundação como “antes”, “dentro” e “depois da porteira”, para melhor calcular e divulgar as estatísticas.

O “antes da porteira” registrou 1.426 empregos, o melhor resultado desde novembro de 2013. O “depois da porteira”, composto predominantemente de atividades agroindustriais, registrou saldo positivo de 1.391 postos de trabalho. Na parte “dentro da porteira”, formado de atividades características da agropecuária, o saldo foi de 1.231 empregos. Nesse segmento, destacam-se positivamente os setores de produção de lavouras temporárias (mais 628 empregos; aumento de 1,9% no estoque) e permanentes (mais 303 empregos; aumento de 3,4% no estoque).

As estatísticas geradas tomam por base os dados brutos disponibilizados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego. Os dados completos da FEE você pode conferir aqui. 

Deixe uma resposta