Avisulat. Presidente da Emater/RS elogia empreendedorismo de produtores de leite

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

“Ganhei o dia, ouvindo o depoimento de sucesso deste casal produtor de leite, que acredita que pode viver bem e com qualidade de vida no meio rural”. Ao parabenizar o casal Elia Schosller e Elio Post, o presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, elogiou os agricultores que pensam, planejam e gerem as propriedades de forma compartilhada com os filhos.

Kuhn participou nesta manhã do 3º Fórum Estadual do Leite, que acontece na Fiergs, em Porto Alegre, durante o 5º Congresso e Feira Brasil Sul de Avicultura, Suinocultura e Laticínios – Feira de Equipamentos. Serviços e Inovação (Avisulat 2016), que encerra amanhã, sexta-feira (25/11), com a participação de mais de 250 pessoas, entre produtores, técnicos, estudantes, empresários e representantes de entidades ligadas aos setores de aves, suínos e de leite.

O presidente ressaltou que a profissão de agricultor é a mais importante, pois sua família coloca alimentos todos os dias na mesa de todos, “por isso a Emater é importante para ajudar a fazer a gestão da propriedade rural, levando tecnologias para manter os agricultores no campo, produzindo e felizes e com qualidade de vida”.

Kuhn destacou a importância do trabalho da Emater/RS-Ascar na gestão da propriedade rural, a partir do Programa de Gestão Sustentável, desenvolvido com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR). “O melhor emprego do mundo é ser dono do próprio negócio”, afirmou, após apresentação da experiência de sucesso do casal produtor de leite, Elia Schosller e Elio Post, que vivem na localidade de Nova Westfália, em Fazenda Vila Nova.

CASES DE SUCESSO
Acompanhado pelo o técnico em agropecuária e coordenador do Centro de Formação de Agricultores de Teutônia (Certa) da Emater/RS-Ascar, Maicon Berwanger, o casal apresentou os resultados obtidos com a produção leiteira. “Três anos depois do início do trabalho da Emater, a produção passou de 120 para 550 litros de leite por dia, e os custos também foram reduzidos”, disse Elia, ao destacar o baixo investimento na aquisição de equipamentos para a sala de ordenha.

“Abrimos mão de muitas coisas, mas não nos arrependemos, pois estamos bem instalados. Foi a melhor escolha que fiz na minha vida”, afirmou a produtora, ao contabilizar, na propriedade 23 vacas em lactação, quatro vacas secas, dez novilha (algumas em inseminação), dois terneiros e seis animais de corte.

Para Maicon, o perfil empreendedor foi definitivo para o sucesso do casal, que acredita na Assistência Técnica prestada pela Emater/RS-Ascar. O técnico também ressalta ter sido identificada grande evolução no bem-estar dos animais, além da alimentação, garantida a partir de uma combinação de manejo e adubação, e da genética. “Optamos pela Jersey porque ela é mais rústica, não sofre tanto no verão, pasta melhor e tem uma produção mais longa”, ressaltou Elia, ao dizer que também possui vacas mista com Holandesa. “Estamos muito satisfeitos com os resultados”.

Ainda na parte da manhã, e logo após a apresentação Programa de Gestão Sustentável da Propriedade Rural, pelo assistente técnico regional de sistemas de produção animal da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen, Valdir Sangaletti, foi apreentada a experiência de sucesso do produtor de leite Claudemar Bastos Fagundes, que mora na Linha Sete de Setembro, em Palmitinho.

Acompanhado do técnico em agropecuária da Emater/RS-Ascar, Luan Jaques da Costa, Fagundes contou que trabalhou por um tempo numa cooperativa da região, mas que, por gostar de morar no interior, decidiu voltar para a propriedade em 2008. “Somente em 2013 a propriedade passou a ser atendida pela Emater e, nesses três anos, muita coisa mudou para melhor”, conta, ao relacionar renda, qualidade de vida, de moradia e de alimentação.

“Eventos como este são fundamentais para conhecermos experiências exitosas de agricultores que acreditam no trabalho da Emater, que está em quase todos os municípios gaúchos para ajudar a fazer a gestão, buscando garantir qualidade de vida pata todos”, finalizou o presidente Clair Kuhn.

Deixe uma resposta