Cabanha Santo Ângelo fatura mais de R$ 2 milhões em leilão festivo

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado
Criatório comemorou 60 anos ininterruptos de remates neste sábado, em Barra do Quaraí (RS)
 
Uma das mais tradicionais estâncias da Fronteira Oeste gaúcha abriu as porteiras na tarde deste sábado, dia 05, em Barra do Quaraí, para aproximadamente mil pessoas. O público recorde prestigiou o 60º Remate Anual da Cabanha Santo Ângelo, que registrou R$ 2,04 milhões de faturamento com a venda de bovinos e equinos.
 
O evento fechou a temporada de leilões de primavera no Rio Grande do Sul com média geral de R$ 5,5 mil para um total de 370 animais comercializados. Entre os 348 touros e ventres, das raças Polled Hereford, Braford, Angus e Brangus, a média ficou em R$ 5,4 mil. Já os 22 cavalos Crioulos arrematados saíram pelo preço médio de R$ 7,5 mil.
 
O lote mais valorizado do remate festivo, considerado o mais antigo do Brasil em atividade, foi uma fêmea da raça Braford. Metade da Grande Campeã da ExpoLondrina 2016 – Santa Ana 38-TE0112 – ofertada por Miguel Augusto Barbará, da Agropecuária Santa Ana, foi vendida para José Altemir Ottoni, por R$ 21 mil.
 
A raça sintética, fruto do cruzamento entre o Hereford e o Nelore, também foi responsável pela maior média nos touros, de R$ 9,1 mil. Os reprodutores Polled Hereford fecharam com R$ 6,5 mil de média, enquanto os Angus com R$ 6,9 mil. O único touro Brangus da oferta saiu por R$ 9,3 mil. Nas fêmeas, as médias ficaram em R$ 4,5 mil no Polled Hereford, R$ 4,1 mil no Braford e R$ 2,9 no Angus.
 
Entre os cavalos, o destaque ficou com a venda de 19 exemplares em uma só martelada, para a Fazenda São Marcos, de Itapeva (SP). O anfitrião, Jorge Martins Bastos, comemorou o sucesso da comercialização, com resultado acima da expectativa:
 
– Em 60 anos, nunca havíamos tido casa tão cheia. Foi uma satisfação receber tantos amigos e clientes, que nos honraram e nos prestigiaram comprando nossos animais – ressaltou Bastos, emocionado.

Deixe uma resposta