Queda do dólar paralisa mercado brasileiro de soja

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A forte baixa do dólar frente ao real paralisou o mercado brasileiro de soja nesta semana. Os preços perderam terreno. O aumento da oferta em algumas regiões também pesou sobre os preços. A diferença nas bases de compra e venda tem contribuído para travar a comercialização.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos recuou para R$ 73,50. Na região das Missões, o preço caiu para R$ 73,50. No porto de Rio Grande, as cotações seguiram em R$ 75,00. Em Cascavel, no Paraná, o preço baixou para R$ 72,50. No porto de Paranaguá (PR), a saca caiu para R$ 76,00. Em Rondonópolis (MT), a saca estabilizou em R$ 76,00. Em Dourados (MS), a cotação caiu para R$ 69,00. Em Rio Verde (GO), a saca baixou para R$ 74,80.

Em Chicago, a semana foi positiva. Mesmo com a perspectiva de uma boa safra americana, a demanda pela soja daquele país segue firme, dando suporte aos preços. As exportações líquidas norte-americanas de soja, referentes à temporada 2016/17, com início em 1º de setembro, ficaram em 2.008.500 toneladas na semana encerrada em 13 de outubro. O número ficou 42% acima da semana anterior e 30% superior à média das últimas quatro semanas. A China foi o principal comprador com 2.118.300 toneladas.

Para a safra 2017/18, foram mais 300 toneladas. Analistas esperavam exportações de 750 mil a 1,4 milhão de toneladas somando as duas temporadas. As informações foram divulgadas pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

 

Dylan Della Pasqua/Agência SAFRAS

Deixe uma resposta