(54) 3632 5485 contato@destaquerural.com.br

USDA reduz estimativa de estoques e safra dos EUA de milho

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

O relatório de outubro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) previu que safra 2016/17 americana deve atingir 15,057 bilhões de bushels, abaixo dos 15,093 bilhões previstos no mês passado. O número do USDA ficou acima dos 15,040 bilhões de bushels previstos pelo mercado.

Os estoques finais de passagem foram reduzidos de 2,384 bilhões de bushels para 2,320 bilhões de bushels, abaixo dos 2,362 bilhões de bushels previstos pelo mercado. As exportações foram elevadas de 2,175 bilhões de bushels para 2,225 bilhões. Já o uso de milho para a produção de etanol foi mantido em 5,275 bilhões de bushels.

O USDA indicou ainda que a safra global 2016/17 foi reduzida de 1.026,61 milhão de toneladas para 1.025,69 milhão de toneladas. Os estoques finais foram projetados em 216,81 milhões de toneladas, abaixo das 219,46 milhões de toneladas indicadas em setembro e dos 219,1 milhões de toneladas esperadas pelo mercado.

 

Exportações

As exportações de milho do Brasil apresentaram receita de US$ 90,1 milhões em outubro (5 dias úteis), com média diária de US$ 18 milhões. A quantidade total de milho exportada pelo país ficou em 515,4 mil toneladas, com média de 103,1 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 174,80.

Na comparação com a média diária de setembro, houve uma retração de 23% no valor médio exportado, uma perda de 25,7% na quantidade e ganho de 3,6% no preço médio. Na comparação com outubro de 2015, houve perda de 58,9 no valor total exportado, retração de 61% na quantidade total e valorização de 5,4% no preço médio.

Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

Lessandro Carvalho / Agência SAFRAS

Deixe uma resposta