Agronegócio gaúcho tem queda nas exportações em setembro

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Setembro registra uma queda de 34,5% no valor e de 43,5% no volume das exportações do agronegócio do Rio Grande do Sul na comparação com agosto. O resultado interrompeu uma sequência de quatro meses de recuperação do setor, que teve em junho seu pico. Os dados estão no Relatório de Comércio Exterior divulgado pela Assessoria Econômica do Sistema Farsul, nesta segunda-feira, dia 10.

Soja e fumo foram os principais responsáveis pelo resultado negativo na relação entre agosto e setembro. O grão teve queda de 52,7% no valor e de 51,5% no volume. Já o fumo registrou -31,4% no valor e -28,9%. Na comparação com setembro de 2015 e o mesmo período deste ano, os produtos também foram responsáveis pela queda de -32,3% no valor exportado com soja registrando -42,4% e fumo -51,2%.

O resultado encerra uma sequência de quatro meses consecutivos de alta na comparação entre 2015 e 2016. Entre janeiro e setembro, o acumulado é de US$ 8,743 bilhões, queda de 3,64% em relação ao mesmo período de 2015. Em agosto, o valor era superior ao mesmo período do ano passado. Mesmo com resultado negativo, a participação do setor se mantém expressiva no total exportado pelo estado, respondendo por 64,1% das vendas, com US$ 835 milhões.

A China continua sendo o principal comprador do agronegócio gaúcho. O resultado de setembro foi responsável por um pequeno recuo, mas mantendo o país oriental como grande destino do produto gaúcho, com 38,41% de participação. Em segundo lugar aparece os Estados Unidos, respondendo por 4,7% e em terceiro o Irã com 3,78% do total.

 

Assessoria de Imprensa Farsul

Deixe uma resposta