Pesquisadores avaliam impactos do sistema ILPF no RS

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

 

iplUm grupo de pesquisadores do projeto Integração Lavoura-pecuária-floresta (ILPF) está reunindo informações para avaliar o desempenho do sistema de produção no Rio Grande do Sul. A base de referência são as práticas adotadas pela Fazenda Librelotto, em Boa Vista das Missões.

Uma oficina, realizada pela Embrapa Trigo de 13 a 15 de setembro, em Passo Fundo, RS, serviu de nivelamento técnico para a coleta de dados que deverão subsidiar o relatório de “Análise de desempenho socioambiental da integração lavoura-pecuária na Fazenda Librelotto”. A Oficina, que envolveu mais de 15 pessoas, entre pesquisadores, analistas e técnicos, teve também a finalidade de formar multiplicadores da metodologia a ser utilizada pelo grupo.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Trigo, Anderson Santi, responsável pela sistematização de informações em sistemas ILPF no RS e em SC, a escolha do local para o levantamento de informações considerou a organização do produtor no registro de processos e práticas desenvolvidas na propriedade, que é base de uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) do projeto. “O sistema de integração lavoura-pecuária baseado no trigo duplo propósito tem sido conduzido na propriedade há oito anos, com uma crescente intensificação tanto na produção de carne quanto na diversificação de cultivos de grãos. A evolução foi amparada no trabalho de melhoria da fertilidade do solo e da biodiversidade. Este é um importante indicador socioambiental que mostra os impactos positivos na adoção do sistema ILP”.

O desempenho do sistema ILPF tem como base metodológica o Ambitec-Agro, desenvolvido pela Embrapa para orientar a avaliação de impactos econômicos, ambientais e sociais de inovações tecnológicas desenvolvidas pela empresa. Assim, para verificar a sustentabilidade do ILPF deverão ser considerados 148 indicadores que contemplam aspectos como eficiência tecnológica, qualidade ambiental, respeito ao consumidor, empresa, renda, saúde e gestão. A base conceitual da metodologia foi apresentada por um de seus idealizadores, o pesquisador Geraldo Stachetti Rodrigues da Embrapa Meio Ambiente.

Os resultados da sistematização da URT ILP em Boa Vista das Missões deverão ser publicados pela Embrapa ainda em 2016.

Joseani M. Antunes (MTb 9693/RS)

Embrapa Trigo

Telefone: +55 (54) 3316-5860

 Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Deixe uma resposta