A cultura da soja é debatida na 41ª Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Evento, iniciado nesta terça-feira, 9, é o principal fórum do complexo soja da região Sul e segue até 11 de agosto
 
Na safra 2015/16, o Brasil teve 33.358 mil hectares de área plantada com soja e 97.730 mil toneladas colhidas. Especialistas apontam que, para a próxima safra, sejam plantados 33.868 mil hectares de soja, com uma produção potencial inicial de 104.475 mil toneladas. A oleaginosa é o principal produto do agronegócio brasileiro e a alta tecnologia tem garantido, cada vez mais, resultados expressivos em produtividade. Para discutir, avaliar e validar novas tecnologias para o setor e as perspectivas sociais e econômicas da cultura da soja, a Universidade de Passo Fundo (UPF) realiza a 41ª Reunião de Pesquisa de Soja da Região Sul (RPSSul).
 
O evento iniciou nesta terça-feira, dia 9 de agosto, e segue até quinta-feira, dia 11 de agosto, proporcionando um grande encontro entre pesquisadores, estudantes e técnicos que buscam as novidades e, principalmente, a transferência de tecnologias para aumentar as produtividades das lavouras. A Apassul, a Embrapa Soja e a Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da UPF são as promotoras do evento, que também reúne o Seminário Técnico da Soja e a Feira Tecnológica.
 
Presente na solenidade de abertura, o reitor da UPF José Carlos Carles de Souza avaliou que o agronegócio é o maior vetor da economia regional e estadual. “A UPF, juntamente com o curso de Agronomia, realiza esse encontro, que visa tratar da produção de soja, evidenciando meios de agregar valor ao produto, oferecendo tecnologias, discutindo com os produtores as melhores técnicas para obter cada vez mais resultados”, comentou.
 
O diretor da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da UPF e presidente do evento, Hélio Carlos Rocha, destacou que é a oportunidade de reunir toda a cadeia produtiva da soja para discutir recomendações para a cultura nos próximos dois anos. “Reunimos as entidades de pesquisa e o sistema produtivo para, juntos, debatermos e discutirmos os problemas e possíveis soluções para a cultura da soja em nossa região, que compreende o Rio Grande do Sul e Santa Catarina”, esclareceu, citando que, além de palestras, o evento reúne uma feira tecnológica e reuniões de comissões.
 
O engenheiro agrônomo Alcides Paredez viajou 12 horas para participar do evento. Ele e outros dois participantes vieram de Caguçu, no Paraguai, em busca de novos conhecimentos, especialmente sobre produtos com resistência à ferrugem. “Os problemas são os mesmos: pragas, ferrugem, doenças. Vim ao evento conhecer como o Brasil está tratando esses problemas”, disse.
 
Palestras técnicas
Nesta terça-feira, dia 9 de agosto, o evento contou com a palestra “Cenários atuais e futuros (nichos de negócios)”, com Valter Pitol, da Copacol. Pitol é egresso da segunda turma de Agronomia da UPF e comentou sobre experiências da cooperativa em agregar valor à soja. “Fazemos com que essa cultura seja importante, que o produtor tenha resultados com a produção de grãos e também transformando em farelo e óleo, agregando valor a toda a cadeia produtiva. Trabalhamos com rações que atendem a integrações de frango, suíno, leite e peixe, em um sistema integrado que faz com haja um processo completo de agregação de valor ao produto”, explicou.
 
A programação seguiu à tarde, com um painel sobre o mercado da soja, que contou com a moderação de Jorge Lemainski e palestras de Irineu Orth – A visão dos produtores; de Luiz Henrique Kessler – A visão da Cooperativa; e de Eduardo Sanches – A visão das traders.
 
A programação do evento segue nesta quarta e nesta quinta-feira, dias 10 e 11. Confira:
 
Dia 10 de agosto, quarta-feira
8h – Tema: Cultivares de soja, com o moderador Gelson Melo Lima
Palestra: A produtividade de soja: mais dependente do sistema de manejo do que dos insumos?, com José Eloir Denardin (Embrapa Trigo)
10h – Tema: Cultivares de soja, com o moderador Gelson Melo Lima
Palestra: A cultivar de soja do futuro, com Romeu Kiihl (TMG – Tropical Melhoramento e Genética)
13h30min às 17h30min – Reunião das Comissões Técnicas
13h30min – Tema: Painel sobre cultivares de soja –  Moderador: Eduardo Loureiro da Silva
Palestra: Principal demanda constatada na safra 15/16, com Alencar Rugieri (Emater/RS – Ascar)
Palestra: Competição de cultivares, com Mércio Luiz Strieder (Embrapa Trigo)
Palestra: A fisiologia e a obtenção de altos rendimentos, com Geraldo Chavarria (FAMV – UPF)
16h30min – Recomendações para a soja na nova edição do Manual de Calagem e Adubação para os estados do RS e SC, com Leandro Souza da Silva (UFSM) e Luciano Colpo Gatiboni (CAV/UDESC)
17h30min às 18h – estandes
 
Dia 11 de agosto, quinta-feira
8h às 12h – Reunião das Comissões Técnicas
13h30min – Seção Plenária Final
17h30min – apresentação dos trabalhos destaque. Leitura e aprovação da Ata das Comissões Técnicas
17h30min às 18h30min – encerramento
8h às 18h – estandes

Deixe uma resposta