(54) 3632 5485 contato@destaquerural.com.br

Chicago e dólar em baixa travam mercado brasileiro de soja

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

O mercado brasileiro de soja teve uma semana de poucos negócios e de preços mais baixos. Com os contratos futuros recuando em Chicago e o dólar se desvalorizando, os produtores saíram do mercado e apenas operações pontuais foram registradas.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos recuou de R$ 89,00 para R$ 87,00 entre os dias 16 e 23 de junho. No mesmo período, a cotação passou de R$ 92,00 para R$ 89,00.

Em Rondonópolis (MT), o preço caiu de R$ 89,00 para R$ 85,00. Em Dourados (MS), a cotação baixou de R$ 84,00 para R$ 82,00. A saca também recuou em Rio Verde (GO), passando de R$ 89,00 para R 84,00.

Na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT), os contratos com vencimento em julho acumularam queda de 2,43%, encerrando a US$ 11,07 por bushel na quinta. O clima favorável ao desenvolvimento das lavouras americanas pressionou o mercado durante toda a semana.

Na sexta, Chicago recebeu pressão adicionou da maior aversão ao risco que tomou conta do mercado mundial após o Reino Unido ter optado, em plebiscito, pela saída da União Europeia. O dólar subiu e as commodities caíram de forma generalizada.

Apesar da reação da sexta, o câmbio também pressionou o mercado doméstico de soja. A moeda acumulou desvalorização de 3,63% no período, atingindo a casa de 3,345.

Deixe uma resposta