Yara anuncia investimento de R$ 1 bilhão em Rio Grande

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Ampliação, modernização e sustentabilidade irão conferir ao complexo industrial o título de mais moderno parque de fertilizantes das Américas

Para acompanhar o consistente crescimento do mercado agrícola brasileiro, que se tornará o maior produtor mundial de alimentos nos próximos anos, a Yara, líder mundial em nutrição de plantas, anuncia que irá investir R$ 1 bilhão no seu polo de produção de Rio Grande (RS). O projeto prevê a ampliação e modernização do seu complexo industrial, que atualmente contempla píer próprio com ligação com o modal ferroviário, duas fábricas de produção, uma unidade industrial misturadora de fertilizantes e armazéns de depósito de produtos.

Os aportes no complexo, que atende aos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul, além do Paraguai, possibilitarão que a Yara siga contribuindo para o desenvolvimento da agricultura nacional, trazendo soluções para aumentar a produtividade dos agricultores e preservar o meio ambiente. A ampliação da unidade, além de apoiar o crescimento econômico da região, duplicará a fabricação e a capacidade de mistura de fertilizantes.

“Este investimento irá suprir a demanda dos agricultores brasileiros de vários Estados nos próximos 25 anos. Por sua eficiência operacional e localização privilegiada, Rio Grande tem um papel fundamental para nosso desenvolvimento sustentável no País. Acreditamos no futuro do agronegócio brasileiro, que cresce mesmo em um cenário adverso. Nosso plano aqui é de longo prazo”, afirma Lair Hanzen, presidente da Yara Brasil e vice-presidente da Yara International.

A ampliação desta unidade reforça a estratégia de elevar o padrão de qualidade, de segurança e de eficiência operacional do mercado de fertilizantes no País. O complexo da Yara em Rio Grande adotará os mais exigentes padrões globais de infraestrutura, segurança e automação de processos, e os mais modernos equipamentos para a indústria de fertilizantes. Os clientes terão acesso a mais produtos diferenciados, das linhas de premium offeringsda Yara, diminuindo assim a dependência de importação destes produtos.

Para aumentar a produção e potencializar a capacidade de distribuição e mistura, a Yara elaborou um projeto de investimentos no município até 2020. A empresa irá inaugurar novos armazéns, novas linhas de granulação, de acidulação, de ensacados (50 kg) e big bags (1 ton) totalmente automatizadas. A empresa também terá novos equipamentos utilitários para o processo industrial, nova área de descanso para os caminhoneiros, caldeira para produção de vapor e planta de tratamento de águas residuais.

Em seu ápice, as obras devem criar mais de mil vagas diretas de trabalho, além de três a quatro mil indiretas, contribuindo também para alavancar a economia do município.

 

Compromisso com o meio ambiente

A tecnologia não se restringe ao processo fabril, compreende também o aprimoramento dos mecanismos para minimizar os impactos de suas operações – que atualmente estão em níveis mais seguros que os exigidos pela legislação que regulamenta a atividade.

Ao término das obras, o nível de emissão de poluentes do complexo será consideravelmente inferior aos exigidos pelos órgãos ambientais do Estado. O monitoramento e a medição das emissões das chaminés são realizados periodicamente. “A Yara tem o compromisso de preservar o meio ambiente e foi pioneira, entre as empresas de fertilizantes na América Latina, na adoção de tecnologia de remoção de odor nos efluentes gasosos emitidos pelas fábricas”, destaca Hanzen.

  

Investimentos em Rio Grande

Em Rio Grande, onde está presente desde a década de 1970, a companhia investe em um crescimento sistêmico, continuado e escalável. “Nos últimos três anos, a Yara realizou aportes para a modernização do complexo de Rio Grande, que incluíram a instalação de um novo sistema de esteiras, aumentando as interligações do armazém com o píer, dois novos misturadores, reforma do píer, instalação de dois novos guindastes e modernização da galeria do píer, além de consideráveis investimentos ambientais, totalizando R$ 225 milhões”, explica Leonardo Silva, diretor de Produção da Yara Brasil.

  

Investimentos no País

Nos últimos anos, a Yara investiu cerca de US$ 1,5 bilhão em aportes e aquisições no Brasil, entre construção da mais moderna unidade industrial misturadora do País em Sumaré (SP), além da reforma e ampliação de fábricas, como Uberaba (MG) e Porto Alegre (RS), e da aquisição de empresas, como a Bunge Fertilizantes, em 2012, e da compra de 60% de ativos da Galvani, em 2014, ampliando assim sua participação no mercado brasileiro de fertilizantes.

 

Sobre a Yara

O conhecimento, os produtos e as soluções daYaraapoiam agricultores e clientes industriais paraincrementaremseus negócios de maneira rentável e responsável, ao mesmo tempoem que nutremos alimentos, protegem os recursos naturais e o meio ambiente. 

Osnossos fertilizantes, os programas de nutrição de culturas e as tecnologias aplicadas aumentam a produtividade, melhoram a qualidade de produtos e reduzem o impacto ambiental das práticas agrícolas. As soluções industriais e ambientais da Yara melhoram a qualidade do ar, reduzem as emissões da indústria e transporte e servem como ingredientes-chave na produção de uma ampla gama de produtos. Promovemos uma cultura que garante a segurança de nossos colaboradores e da sociedade.

Fundada em 1905, na Noruega, para solucionar a fome emergente na Europa, hoje a Yara possui presença mundial,  com cerca de 13 mil colaboradores e vendas para mais de 160 países. No Brasil, tem sede em Porto Alegre e escritório em São Paulo. Para atender o segmento agrícola conta com três unidades industriais de produção, granulação e ensaque de fertilizantes e 25 unidades industriais de mistura, ensaque e distribuição de fertilizantes, com presença nos principais portos e polos de produção agrícola do País.

Em 2014, com a compra de 60% de ativos da Galvani, a Yara iniciou uma joint venture com a empresa para produzir e distribuir cerca de 1 milhão de toneladas de produtos fosfatados. Por meio do acordo, Yara e Galvani também estão desenvolvendo novos projetos de produção de fertilizantes no País, contribuindo para reduzir a dependência de importação.

No segmento de soluções ambientais e produtos industriais possui cinco unidades de produção e comercialização. Seu portfólio de fertilizantes – que vai de misturas de grânulos a produtos especiais, como foliares e NPK no grânulo – e programas nutricionais ajudam a produzir os alimentos necessários para a crescente população mundial.  Para manter a perspectiva de crescimento em longo prazo, as iniciativas de pesquisa e desenvolvimento (P&D) da Yara são focadas na agricultura sustentável e na busca por novas soluções ambientais, como a redução do uso da água e a aplicação da quantidade precisa de fertilizantes para produzir alimentos saudáveis e de qualidade superior.

 Informações: Assessoria de imprensa