Liquidez é baixa, mas preço interno segue firme

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

Os preços do trigo seguem firmes no mercado brasileiro, apesar da baixa liquidez. Pesquisadores do Cepea indicam que, neste período – de entressafra e de proximidade de planejamento da nova temporada – é comum que os preços se sustentem. Além disso, a colheita da safra de verão faz com que produtores que ainda dispõem de estoques de trigo posterguem as vendas. Com a baixa disponibilidade interna de trigo de qualidade, moinhos devem intensificar as importações do cereal nos próximos meses. Segundo estimativas da Conab, a moagem industrial deve ser de 10 milhões de toneladas e a produção interna, de 5,535 milhões de toneladas (1,53 milhão de toneladas de trigo foram perdidas nesta temporada, segundo a Companhia). Com isso, as importações devem somar 5,75 milhões de toneladas e as exportações, 900 mil toneladas. Assim, o estoque de passagem é estimado em 1,192 milhão de toneladas no final de julho de 2016. 

Fonte: Cepea