Pesquisadores do Instituto Phytus lançam livro e aplicativo Doenças da Soja

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A equipe de colaboradores e pesquisadores do Instituto Phytus desenvolveu o livro e aplicativo “Doenças da Soja” que reúne as principais doenças incidentes na cultura. São detalhados os danos, sintomas, desenvolvimento da doença, estratégias de manejo, diagrama sobre o ambiente, principais patógenos e hospedeiros relacionados a cada doença, além de inúmeras fotos ilustrativas dos sintomas. A publicação também trata de assuntos como: tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas, doenças abióticas, deficiências nutricionais e escala fenológica.

No aplicativo que também leva o mesmo nome, o usuário encontrará, entre outras funcionalidades, a comparação de suas fotos com a galeria de dados do Instituto Phytus, a opção de adicionar imagens à sua biblioteca, fotos em alta resolução e um grande número de fotos por doença.

O pesquisador do Instituto Phytus, autor do livro e do aplicativo, Dr. Marcelo Madalosso salienta que “o livro complementa o aplicativo e vice-versa. O livro tem o suporte teórico de particularidades das doenças e o aplicativo é uma ferramenta que auxilia o público a comparar o sintoma encontrado na lavoura com o banco de dados do Instituto Phytus”.

O livro e aplicativo podem ser adquiridos através do site do Instituto Phytus, clicando em iphytus.com/publicacoes/doencas-da-soja-fungos-e-cromistas/. O livro tem o valor de R$ 30,00 (mais custos de frete) e é entregue no endereço do comprador via sedex. O aplicativo para o sistema operacional móvel iOS tem o valor de USD 0.99 na App Store e para o sistema Android, custa R$ 2,50 na Google Play.

Conheça os autores do livro Doenças da Soja:

 Ricardo Silveiro Balardin

Pesquisador PhD em Crop and Soil Sciences, Plant Pathology pela Michigan State University (1997), é professor associado da Universidade Federal de Santa Maria.

Marcelo Gripa Madalosso

Pesquisador e Doutor em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (2010), é Gerente Técnico de Pesquisa e Ensino do Instituto Phytus.

Caroline Almeida Gulart

Engenheira agrônoma, com Mestrado em Agronomia e Doutorado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), atua como pesquisadora e Coordenadora de Microbiologia e Proteção de Sementes do Instituto Phytus.

Nédio Rodrigo Tormen

Técnico Agrícola pelo CEDUP Água Doce/SC (2005) e Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Santa Maria/RS (2011), atua no desenvolvimento de pesquisas em fitopatologia nas culturas da soja, feijão e trigo.

Leandro Nascimento Marques

Mestrado em agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) com ênfase em fitopatologia. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Agronomia da UFSM, atuando em pesquisa no Departamento de Defesa Fitossanidade, na área de Fitopatologia.

Mais informações, envie e-mail para relacionamento@iphytus.com

Acesse as redes sociais do Instituto Phytus e conheça as novidades em pesquisa, ensino e comunicação para o agronegócio: pela fanpage facebook.com/iphytus

Deixe uma resposta