Valor agregado na produção consolida ponte entre campo e cidade

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A estruturação de agroindústrias consolida uma ponte que potencializa a renda do campo, ao mesmo tempo em que atrai e retém mão de obra qualificada oriunda dos grandes centros. Alimentos processados que se aproximam do gosto do consumidor, incrementam o preço médio de venda da produção e chegam às prateleiras após passarem por processos industriais altamente complexos, mobilizando profissionais de finanças, engenharia e química, por exemplo.

O ganho mútuo fica evidente. Mas é importante estar atento ao mercado, já que nem todos os alimentos processados são garantia de lucro certeiro, como é o caso do queijo. O queijo comporta-se como uma commodity que pouco agrega valor, mas concentra muito volume, há quem justifique que por isso muitas queijarias vivem fechando as portas. Além de buscar renda aos produtores, é preciso estar atento ao interesse dos consumidores, mas dentro da ótica correta. Um foco no consumidor é imaginar o que ele está pensando.

Outro foco no consumidor é se colocar no lugar dele e verificar o sabor, a praticidade e a comodidade do produto que está sendo vendido. Máquinas altamente complexas reduzem a necessidade de mão de obra barata e ampliam a demanda por profissionais mais qualificados. Tudo isso tem repercussão nos indicadores sociais, consolidando a ponte entre o campo e a cidade.  

Deixe uma resposta