Conab indica safra de trigo de 5,6 milhões de toneladas

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A produção brasileira de trigo deverá totalizar 5,632 milhões de toneladas na temporada 2016, similar à estimativa prevista em 2015, segundo informações do segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra 2015/16.

A Conab informa que a área estimada é de 2,446 milhões de toneladas na safra 2016, similar à prevista em 2015. A produtividade média deve atingir 2.302 quilos por hectare em 2016, sem alterações frente à estimativa prevista para a safra 2015.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou na quarta-feira seu relatório de oferta e demanda de dezembro, trazendo novos números para a safra de trigo nos Estados Unidos.

A safra 2015/16 do cereal no país é projetada em 2,052 bilhões de bushels, mesmo volume estimado no mês anterior, contra 2,026 bilhões de bushels em 2014/15. Os estoques finais do país em 2015/16 foram projetados em 911 milhões de bushels, mesmo número do relatório anterior. Para 2014/15 o número permanece em 753 milhões de bushels. A projeção de exportações para 2015/16 é de 800 milhões de bushels. Para a safra passada, o número foi estimado em 0,854 bilhão de bushels.

A safra mundial 2015/16 está estimada em 734,93 milhões de toneladas, acima das 732,98 milhões de toneladas estimadas em novembro. Os estoques finais mundiais de trigo em 2015/16 estão estimados em 229,86 milhões de toneladas, acima das 227,3 milhões de toneladas em novembro. O consumo global está estimado em 717,14 milhões de toneladas, contra 717,37 milhões de toneladas estimadas em novembro.

Para 2015/16, a produção de trigo no Brasil está projetada em 6 milhões de toneladas. As importações estão apontadas em 6,3 milhões de toneladas. Os estoques finais são projetados em 1,00 milhão de toneladas. A safra 2015/16 do cereal na Argentina foi projetada em 10,5 milhões de toneladas, mesmo volume do mês passado. A estimativa das exportações do país é de 6 milhõesde toneladas, contra cinco milhões em novembro.

Deixe uma resposta