Rodada de negócios reune cem empresários chineses com setor lácteo gaúcho

Destaque Rural | Portal do Agronegócio | Revista, Agricultura, Pecuária, Mercado

A comitiva brasileira que está em missão internacional à China reúne-se hoje (18/11) com um grupo de cem empresários chineses para prospecção de negócios. Segundo a representante do Sindilat e da CCGL, Michele Muccillo Selbach, que representa o setor lácteo gaúcho, a expectativa é positiva uma vez que o mercado chinês se abriu à produção brasileira recentemente. “Queremos fazer uma abordagem mais específica para o leite”, ressaltou ela, que está acompanhada do diretor da Lactalis, Guilherme Portella.
Segundo Michele, neste momento, as empresas brasileiras precisam apenas preencher os formulários do cadastro de suas plantas, para formalizar os negócios. O documento foi encaminhado na semana passada às empresas interessadas. A projeção do Mapa é que as exportações poderão ter incremento de US$ 45 milhões por ano. 
Nesta mesma linha, o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, ressaltou a importância da presença do Sindicato nas negociações na China. “O mercado chinês é estratégico para as indústrias brasileiras pelo seu grande potencial. Teremos condições de exportar ao maior importador do mundo de lácteos, além da atuação que estamos tendo com a Rússia”, afirmou o presidente.
À tarde, a comitiva irá visitar uma Feira de Alimentos, também em Pequim, onde poderão ver novos produtos. Nesta terça-feira (17/11), a comitiva recebeu as boas vindas da Embaixada da China. Na ocasião, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, destacou a força de consumo de lácteos do Oriente Médio e detalhou os avanços obtidos durante o início da comitiva, que já passou pela Arábia Saudita e Índia.

Deixe uma resposta